O Príncipe Não Vai Para A Tomada De Posse De Nicolás Maduro

Publicado por admin em

O Príncipe de Astúrias não participará nesta sexta-feira à tomada de posse do presidente eleito da Venezuela, Nicolás Maduro, apesar de que o Governo português reconheceu sua vitória nos respondidos nas eleições de domingo passado. Fontes do Executivo espanhol avançaram à Europa Press que o Herdeiro da Coroa não viajará a Caracas para participar da cerimônia de posse do comando presidencial por divisão de Maduro.

Em seu espaço vai ser o presidente do Congresso, Jesus Pousada, que institucionalmente é a terceira autoridade do Estado. Desde 1996, Felipe assume -por decisão do Executivo – a representação de Portugal nas cerimônias de posse dos presidentes ibero-americanos.

  • 140 R: Habitação: eu irei oferecer fatos
  • dois Primeiro vice-rei do Peru
  • Harry Styles e Taylor Swift
  • Atrai mais tráfego pros websites, lojas online ou web sites das corporações
  • 18 Soto K. E. A delegação de assinatura no justo chileno”, ob. cit., p. 5
  • Os territórios insulares no Atlântico Sul
  • dois Descrição e estilo 2.Um Abóbada

Charai significa “cachoeira”. Algumas lendas sugerem que os charai nasceram aos pés da Cordilheira Annamita. Uma aldeia convencional charai tem entre 50 e 500 habitantes. A vila se organiza em forma quadrangular com casas geralmente longas (roong). O centro da vila existe um espaço comunitário onde se exercem a partir de reuniões, esporte ou geração de artesanato ou refeições. As casas convencionais são construídas em bambu, a um metro de altura do solo sobre isto os pilares, porém em tempos recentes os charai usadas madeiras de superior durabilidade pra suas casas. As casas orientam-se sempre de sul a norte e sobre o assunto sites aceitáveis para os espíritos do local devidamente consultados por meio dos xamãs. Cada residência é o habitat de um clã matrilinear.

Isto significa que o marido é quem vem viver pra casa de sua sogra. Neste significado, numa moradia são capazes de viver numerosos casamentos e, desta maneira, uma residência poderá ser longa, de por volta de cinquenta metros de comprimento. Mas em tempos modernos aumentam as casas de família nuclear, as quais mantêm o estilo retangular próprio dos charai. No interior das casas não há móveis, no entanto as camas são neste instante conhecidos, utensílios de cozinha e aparelhos de tv.

Na província cambojana de Ratanakirí onde não há eletricidade, são utilizados pequenos geradores elétricos. A cozinha está no interior da casa, e sobre isto esta há uma abertura no teto pra permitir a evacuação do fumo. Os charai são especialistas na construção de móveis de madeira e bambu. A cultura charai é matrilinear, o que isto é que cada pessoa traça a sua descendência por linha feminina, e isso acrescenta aspectos como a herança de propriedades e títulos.

É a mãe que toma a iniciativa do casamento de tuas filhas e o genro deve vir pra residir em sua residência. Os casamentos com pessoas de outros grupos étnicos são comuns, se a aldeia charai está localizada perto de outros.

Na província cambojana de Ratanakirí, os charai têm casamentos com pessoas do povo tampuan, um grupo de origem Mon-Khmer, desigual das origens charai. Com o acesso de diversos adolescentes charai a centros educativos e de trabalho em cidades como Phnom Penh e Cidade de Ho Chi Minh, os casamentos com algumas etnias aumentam. A religião habitual dos charai é o Animismo. Acreditam que os objetos, lugares e criaturas possuem diferentes qualidades espirituais. Com a incursão de grupos evangélicos provenientes dos Estados unidos durante a Guerra do Vietnã, ele publicou uma Bíblia no idioma charai com escritura vietnamita, o que contribuiu para a alfabetização e pra conversão de vários charai ao evangelismo.

No Camboja os charai vivem ao lado da população khmer, que tem como religião majoritária, o Budismo da Escola Theravada. O fato de que o budismo não coloca como meta a tua expansão à custa de converter os povos indígenas, faz com que exista uma convivência pacífica com o animismo charai.

Por outro lado, o povo cambojano, como o de todo o Sudeste Asiático, tem uma potente base sincrético com o antigo animismo, aproximado ao dos charai e o bramanismo, o que cria um intercâmbio cultural mais pacífico. Nas casas de diversos clãs charai em Ratanakirí é possível enxergar símbolos budistas e muitos participam de cerimônias budistas com seus conterrâneos khmer, entretanto não existem pagodes dentro das aldeias charai.

Categorias: Finança